Quinta-feira, 22 de Março de 2007

Educação Formal e Não Formal

A escola – educação formal – deu os seus primeiros passos no século XVIII, e já na segunda metade do século XVIII “consolida-se” a intervenção do estado na educação, panorama que se verifica ainda nos nossos dias.

A educação formal é desenvolvida nas escolas, onde o agente é o professor. Sendo este o único capaz de transmitir conhecimentos, os alunos são vistos apenas como receptores. Desta educação espera-se uma aprendizagem efectiva, assim como uma certificação. Por outro lado temos a educação não formal, onde toda a actividade organizada e constante, instrutiva, é realizada fora da escola oficial, o que facilita a aprendizagem a crianças e adultos. Por fim a educação informal, acontece em ambientes espontâneos, dura toda a vida, onde os indivíduos ganham, acumulam saberes, atitudes através das experiências no quotidiano.

Paulo Freire fala-nos de educação bancária e educação libertadora. A primeira reporta-se para a educação formal, onde o professor vê o aluno desprovido de qualquer tipo de saber, sendo ele o único sujeito activo e capaz de transmitir os saberes. A educação libertadora prima pelo contrário do que foi dito anteriormente, pois o professor ou educador respeita os educandos, estabelece um diálogo com os mesmos e tem em consideração todos os saberes, experiências na construção do conhecimento. Esta educação libertadora remete-nos para a educação informal.

 

ILLICH, I. (1974). Educação sem Escola? Lisboa: Editora.

Ficam aqui alguns links, para quem quiser aprofundar o tema:

http://educare.ipcb.pt/index.php?option=content&task=view&id=70

http://unesco.pt/cgi-bin/educacao/temas/edu_tema.php?t=5

publicado por despertardamente às 11:39
link do post | Desperta-nos | favorito
|
1 comentário:
De Clara Coutinho a 27 de Março de 2007 às 03:11
Olá meninas, que bonito está o vosso blogue! É tão diferente do dos vossos colegas não é? De facto o blogger origina blogues muito iguais não permite que os personalizemos como queremos...
Quanto ao texto que publicaram está bem mas acho que conseguem melhor... Porque não incluir links de interesse para enriquecer o conteúdo e mostrar que sabem procurar recursos na web?
Um pormenor: na primeira frase devem substituir "As escolas" por "A escola". Até para a semana!

Comentar post

.Amélies Poulains

.Despertares recentes

. Fases 3 E 4 da Elaboraçao...

. Estudo sobre a utilização...

. Fases 1 e 2 para a E...

. CARACTERIZAÇÃO DA POPULAÇ...

. Actividades do Projecto

. Inclusão digital: uma nov...

. Projecto de Animação Sóci...

. Alguns links...

. A ASC

. Animador Sóciocultural

.Ainda vais a tempo de despertar

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.Eles despertaram

blogs SAPO

.subscrever feeds